SISTEMA DE ALERTA PRÉVIO

 

Arquitetado pela International Accountability Project (IAP) e pelo  Center for International Environmental Law (CIEL), o Early Warning System (EWS) ou “Sistema de Alerta Prévio” é uma iniciativa de caráter global que visa garantir às comunidades locais, bem como às organizações que as representam, pleno acesso a informações sobre projetos financiados por bancos de desenvolvimento e instituições financeiras que possam causar prejuízos socioambientais ou violações de direitos humanos. Acreditamos que escavar o mundo que nos cerca e interpretar conscientemente nossa realidade, são ferramentas fundamentais para a construção da emancipação humana.

O EWS centraliza e sistematiza informações sobre projetos de mais de uma dezena de instituições financeiras de fomento ao desenvolvimento. Nosso banco de dados é atualizado diariamente e contém milhares de projetos propostos desde 2016. Metodologicamente buscamos padronizar estas informações em um formato de fácil acesso e rápida compreensão.  O EWS garante que as informações estejam disponíveis para as comunidades locais desde o início do processo, algumas vezes antes mesmo da aprovação de financiamento. Dessa maneira, o EWS impulsiona ações pró ativas por parte das comunidades afetadas, uma vez que desloca para as comunidades o protagonismo sobre as concepções de desenvolvimento.

O Instituto Maíra atua como instituição parceira, refinando as informações sobre Brasil, Uruguai e Paraguai; dessa forma, uma parte de sua equipe dedica-se exclusivamente à revisão, publicação e distribuição das informações compiladas pelo EWS. Depois de informada, sempre que a comunidade afetada desejar, também auxiliamos na interpretação dos procedimentos de denúncias e no fortalecimento das garantais legais, como a convecção 169 da OIT, por exemplo.

 

O Instituto Maíra é uma organização da sociedade civil que atua diretamente na construção de planos de desenvolvimento comunitário, que ademais de sustentáveis, respeitem a particularidade cultural de cada comunidade. Com enraizamento do EWS estamos construindo uma rede de apoio mútuo entre comunidades tradicionais e organizações parceiras da América Latina que buscam construir um desenvolvimento verdadeiramente humano. Que o nosso desenvolvimento seja o resultado da confluência dos mais distintos povos enleados na construção do gênero humano.